Conheça a Socialite que é dona de uma coleção de 200 Bolsas Birkin

Capa do post sobre a socialite Jamie Chua
  Banner Promocional Chanel do Etiqueta Única  

Se muitas mulheres sonham em ter uma única bolsa birkin, que custam a partir de 8 mil dólares e tem fila de espera para compra, a socialite Jamie Chua, 42 anos, ostenta 200 exemplares da bolsa mais cobiçada do mundo com tranquilidade.

Jamie, que é de Singapura, possui desde os modelos mini da bolsa que cabem somente um batom e um cartão de crédito e custam 11,8 mil dólares até a bolsa que é tida com a mais cara do mundo, que custa 300.268 mil dólares, o que equivale a R$ 1,08 milhão.

A bolsa mais cara do mundo é toda feita em couro de crocodilo do Himalaia, possui as alças e fechos de ouro branco 18 quilates e 245 diamantes. Jami comprou a bolsa em um leilão.

A bolsa birkin é tida como a mais cara do mundo, a arrematada por Jamie Chua em um leilão vale mais de 1 milhão de reais.

A socialite mostrou seu closet de 65 m² para a revista norte americana Insider e causou grande polêmica por causa da ostentação de acessórios de grifes. Até mesmo os amantes da moda ficaram chocados com a quantidade de peças e altos valores do closet da Jamie.

No vídeo abaixo, Jamie Chua faz um tour pelo seu closet, que ela chama de “novo parque de diversões.

Além das 200 bolsas birkin, Jamie possui em seu acervo de moda mais de 300 pares de sapatos de grifes como Loubotin, Gucci e Valentino. Cada par custa uma média de 1,5 mil dólares. Dos modelos que ela mais gosta, há vários em cores diferenciadas.

Jamie também coleciona roupa e tem dez armários abarrotados com centenas de peças. Há até mesmo vestidos de noiva em sua coleção. A socialite disse amar esses vestidos, apesar de não gostar da ideia de ser casada.

Entre os vestidos, há um feito sob medida da grife Rami Kadi que pesa 30 quilos e custou 27 mil dólares.

A fortuna de Jamie vem, no entanto, do ex marido, um magnata de Singapura que ela conheceu quando tinha 20 anos e era aeromoça no Singapore Airlines.

Jamie ficou casada por 15 anos até 2011. Na separação, ela congelou a fortuna de mais de 90 milhões de dólares no processo e hoje recebe uma pensão de 331 mil dólares (cerca de R$ 1,2 milhões).

O closet de Jamie é tão valioso que só pode ser aberto com a digital dela.

A história da bolsa Birkin: Por que tão cobiçada?

É inegável que a bolsa birkin é a queridinhas e objeto de desejo das fashionistas e ela foi uma homenagem à modelo inglesa que vivia na França; Jane Birkin, musa de estilo da década de 1960, que teria sentado ao lado de Jean-Louis Dumas, que na época era CEO da Hermès em um vô partindo de Paris para Londres.

Jane carregava a bolsa de palha e uma agenda. Ao perceber que as coisas viviam caindo, Dumas perguntou por que ela não usava algo mais apropriado para carregar suas coisas.

View this post on Instagram

#janebirkin

A post shared by Jane Birkin (@jane.birkin) on

Este teria sido o episódio que teria inspirado Jean Louis a desenhar o modelo que seria considerado a bolsa ideal:

espaçosa, com alças resistentes, preta e que pudesse ficar aberta o tempo todo.

Para conseguir uma bolsa Birkin da Hermès é preciso não apenas só ter dinheiro, mas ficar em uma lista de espera que pode durar até 6 anos. Isso porque, a bolsa é produzida na França a partir de trabalho de artesões que são treinados por um longo tempo para este serviço.

Um modelo Birkin leva entre 48 horas a duas semanas para ser finalizado, tudo depende da customização que a bolsa vai ter. Depois disso, as bolsas são enviadas para as lojas Hermès sempre em quantidades limitadas.

Embora, Jane Birkin empreste seu nome a um dos modelos mais famosos de bolsa do mundo, ela só teve uma bolsa do modelo que inspirou.

  Banner Promocional Chanel do Etiqueta Única  

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here