Qual a Origem da marca Louis Vuitton?

Capa do post sobre a origem da Louis Vuitton
  Banner frete grátis Etiqueta Única  

Talvez uma das marcas de luxo mais renomadas de todo o mundo, a Louis Vuitton é conhecida por suas incríveis criações da mais alta qualidade, que vão desde malas de viagem as clássicas bolsas, passando por roupas, sapatos, acessórios e artigos para casa.

Com mais de 160 anos de história com muita dedicação e genialidade, suas peças confeccionadas no icônico canvas são reconhecidas por qualquer um, especialmente sua estampa de monograma.

Mas, você sabe como surgiu esta grande maison? Não?! E ntão confira mais sobre a origem da marca Louis Vuitton e sua história:

O Começo de Tudo

O origem da Louis Vuitton se tem em uma pequena aldeia na região de Jura, perto da fronteira da França com a Suíça. Louis Vuitton nasceu no dia 4 de agosto de 1821 em uma família humilde de moleiros e carpinteiros. Com apenas 16 anos de idade, decidiu viajar para a capital do país, Paris, a pé (uma distância de aproximadamente 400km) com o objetivo de aprender em dois anos como trabalhar com madeira.

Algum tempo depois, o jovem Louis foi contratado como aprendiz por Monsieur Maréchal, um fabricante de baús de viagem que tinha como clientela a alta sociedade parisiense, que usavam os objetos para transportar seus pertences em suas mudanças e deslocamentos pelo país.

Louis Vuitton.
Louis Vuitton.

Muito trabalhador, Louis Vuitton se dedicou ao máximo à função e tentou criar algo que fosse diferente, útil, prático e bonito para se diferenciar dos produtos já oferecidos, conceito que foi pioneiro para época.

O destino de Louis começou a mudar em 1851, quando era levado ao Palais des Tuilleries para embalar as bagagens da Imperatiz Eugênia todas as vezes que o Imperador Napoleão III viajava. A partir daí, o jovem francês começou a colher os frutos de todo seu trabalho duro e tempo de pesquisa.

O Nascimento da Marca

Foi então, em 1854, que Louis Vuitton inaugurou a Maison Louis Vuitton Malletier no número 4 da Rua Neuve dês Capucines, localizada no centro de Paris, próximo à icônica Praça Vendôme.

Sua primeira ideia inovadora foi a de criar um tecido que fosse altamente resistente e revestido (uma lona encerada impermeável, surgindo assim o conceito de “malas a prova d’água”) para ser o substituto do couro. Vuitton criou um tecido menos restrito do que a pele natural e com cheiro mais agradável (já que as na época, as malas de viagem eram conhecidas por terem mau odor). Além da mudança de tecido, o estilista também começou a revestir os cantos dos baús com canteiras de madeira, tornando-os mais resistentes.

Mesmo com sua oficina aberta, Louis Vuitton atendia pedidos para produtos exclusivos e inovadores, como o baú que se transformava em uma cama, outro que se transformava em charrete e um exemplar flutuante.

Família Louis Vuitton
Família Louis Vuitton

Quatro anos após a inauguração de sua Maison, ele criou as primeiras “malles plates”, um novo formato de baú (que possuía agora tampa reta, diferente dos modelos usuais com abaulada) que visava facilitar a acomodação em porões de navios e empilhamentos em trens e acrescentou o detalhe de sua assinatura pintada em cinza em cada exemplar. O seu apuro artesanal chamou a atenção de inúmeros nobres e membros da sociedade, que cada vez vais encomendavam com Louis Vuitton.

Com o grande crescimento da empresa e da demanda de encomendas, Georges Vuitton, filho de Louis, se juntou ao pai em 1870. No mesmo ano, Louis criou o ‘Gris Trianon’, produto que revolucionou o princípio do baú com seu material canvas na cor cinza claro. Mesmo volumoso, o Trianon era muito leve, pois era confeccionado em madeira álamo.

Em 1876, a marca teve de tomar sua primeira atitute contra imitações (ação que ainda é muito comum atualmente) ao mudar a famosa lona cinza do modelo Trianon para listras nas cores bege e marrom (que se tornaram as cores características da Louis Vuitton).

Expansão da Louis Vuitton

Pouco mais de trinta anos após sua inauguração, a marca francesa inaugurou sua primeira loja fora da França, localizada na badalada Oxford Street em Londres.

Georges Vuitton assumiu a direção da marca e criou um sistema de fechamento inteligente para malas e baús, mostrando que herdou os genes criativos do pai. O fecho era um sistema único de trancas formadas por duas fivelas com molas, fazendo com que não fosse facilmente aberto, ganhando assim a confiança de famílias abastadas que precisavam levar consigo objetos de grande valor.

Com um talento gigante, Georges criou a estampa Damier em 1888, e, anos mais tarde, a estampa de monograma clássica (que é usada até hoje) como uma forma de tentar boicotar as imitações das peças da marca.

Bolsas clássicas da Louis Vuitton: Neverfull, Speedy e Alma.
Bolsas clássicas da Louis Vuitton: Neverfull, Speedy e Alma.

Nos anos que se passaram, a Louis Vuitton não parou de crescer e ganhar inúmeros admiradores. Com grandes talentos por trás da marca, peças icônicas foram criadas, como as bolsas Neverfull, Speedy e Alma, dentre diversas outras, que se tornaram o objeto de desejo de milhares de mulheres ao redor do planeta.

Atualmente, a maison francesa é considerada uma das marcas mais renomadas do mundo. E foi considerada pela BrandZ como a marca de luxo mais valiosa de 2019, com um valor estimado de US$47.2 bilhões de dólares.

Já conheciam mais sobre a origem desta maison tão querida? Nos contem nos comentários!

No Etiqueta Única vocês podem encontrar diversos produtos Louis Vuitton, desde as icônicas e tradicionais malas de viagem às clássicas peças em canvas com estampa de monograma com até 70% off!

  Banner frete grátis Etiqueta Única  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here