O que as mulheres mais poderosas do Brasil usam?

Capa do post das mulheres mais poderosas do Brasil.
  Banner de sale do mês de Setembro 2019 do Etiqueta Única.  

Em Maio deste ano, a revista Forbes divulgou uma lista com as 20 mulheres mais poderosas do Brasil, que incluiu diversas mulheres de diferentes indústrias que ocupam cargos de importância em grandes empresas ou que são grandes destaques.

Esta lista é uma mostra de que o rumo para a equidade de gênero no mercado de trabalho é um caminho sem volta. A diversidade nas empresas não é apenas uma questão de justiça social e igualdade de oportunidades.

Nos inspiramos em cinco destas mulheres que são um exemplo de poder feminino para montar inspirações de looks para vocês! Confiram mais sobre as histórias destas incríveis mulheres e seu estilo:

Camila Coelho

Nascida em Virginópolis, Minas Gerais, Camila Coelho começou a publicar em 2010 tutoriais de maquiagem no YouTube após suas clientes da Dior na loja de departamentos Macy’s, em Boston, onde trabalhava como maquiadora, lhe deram a ideia de compartilhar sua expertise.

Foram necessários apenas seis meses no youtube para que o número de visualizações de seus vídeos a transformasse em um fenômeno. Camila então decidiu dedicar-se integralmente à carreira digital, lançando em 2011 seu blog batizado de Super Vaidosa.

Após se juntar à plataforma FHits, fundada pela empresária Alice Ferraz, a mineira deu um caráter profissional às suas investidas e expandindo os assuntos de seus canais para além da moda e não demorou muito para que surgissem ofertas de parcerias com diferentes marcas, incluindo Ellus, Riachuelo e Lâncome (com quem desenvolveu uma linha de batons em 2018).

Camila Coelho.

Sendo referência no mundo da moda, ao ser indagada sobre o que as influenciadoras de moda inovaram na relação entre marcas e clientes, ela afirma: “As influenciadoras digitais humanizaram ainda mais as relações entre as grifes e os consumidores.”

Reconhecida globo afora e habitué de primeiras filas das semanas de moda internacional, Camila diz que notou o impacto de seu trabalho quando passou a ser convidada para desfiles e capas de revistas, entre elas os títulos femininos americanos Cosmopolitan e Glamour.

Sem rotina definida e com rodinhas nos pés, a influencer tem hoje uma equipe de seis pessoas que a auxilia, incluindo seu marido Ícaro, com quem é casada há nove anos. Ao ser perguntada se mudaria de profissão, ela diz: “No momento não consigo me imaginar fazendo outra coisa. Amo muito meu trabalho e o considero tão dinâmico que acredito que ainda não completei minha missão.”

Inspire-se no estilo de Camila!

Peças inspiradas no estilo de Camila Coelho.

Marta

Marta Vieira da Silva nasceu em Dois Riachos, no interior alagoano. Quando tinha 1 ano de idade, seu pai deixou sua mãe e os quatro filhos. Desde cedo, sua mãe, dona Tereza Vieira de Sá, foi seu maior exemplo de vida, a jogadora conta,  “O meu irmão mais velho fazia a figura de pai, e eu via minha mãe todos os dias se esforçando, saindo às 5h da manhã de casa e voltando no fim do dia. Ela trabalhava na prefeitura, servindo cafezinho. No inverno, ela e minha avó plantavam feijão, mandioca, milho.”

Quando tinha apenas 06 anos de idade, Marta já demonstrava grande interesse no futebol, e na adolescência participava de torneios de futebol de salão. Foi no ano de 2000, ao ser incentivada por seus primos, que deixou o interior alagoano para fazer um teste no time Vasco da Gama no Rio de Janeiro, sem saber se ficaria na cidade. A esportista  ficou um ano sem ver a família e, depois de um ano e meio no Vasco, o clube acabou com o futebol feminino.

Foi através de sua colega de seleção, Ludmila, que soube de uma vaga no Santa Cruz Futebol Clube de Minas Gerais, onde jogou de 2002 a 2004 até ser chamada para jogar no Umeaº IK da Suécia. A partir daí, Marta não parou de crescer e brilhar: ajudou o time sueco a ser campeão por três anos consecutivos e em 2007 trouxe a medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Pan-americanos e um ano depois a medalha de prata na Olimpíada de Pequim.

A Jogadora Marta Vieira.

No início de 2009, anunciou sua ida para o time americano Los Angeles Sol, onde ficou até 2010. Após isso, passou pelo Santos, pelos times americanos FC Gold Pride e Western New York Flash e pelos suecos Tyresö FF e FC Rosengård até chegar ao Orlando Pride, em 2017.

Em 2018, Marta foi eleita Embaixadora da Boa Vontade da ONU, e afirma “É uma honra. Sou embaixadora para trabalhar em prol de uma causa que eu vivenciei a minha vida inteira. É o maior prêmio que já ganhei.”

Por seis vezes, sendo cinco delas consecutivas, a Fifa a elegeu a melhor jogadora de futebol do mundo, fato que não ocorreu com nenhuma outra mulher – ou homem – na história desse esporte. Em 2015, ela se tornou a maior artilheira da história das Copas do Mundo de Futebol Feminino, com 15 gols, e com a camisa verde e amarela tornou-se a maior artilheira da história das seleções brasileiras (incluindo a masculina), hoje com 117 gols (22 a mais que Pelé).

Inspire-se no estilo de Marta!

Inspirações no estilo da jogadora Marta.

Luciana Marsicano

Luciana Marsicano cresceu em uma família que possui o valor que as mulheres da família dão à autonomia e à busca pela felicidade. Quando foi pedida em casamento por seu primeiro marido em 1998, teve que ouvir de sua avó: “Ai, minha filha, você é tão inteligente, tem uma carreira, uma profissão. Tem certeza de que vai fazer isso?”, o que confirma a importância deste valor.

Com apenas 17 anos de idade, Luciana entrou na Fundação Getúlio Vargas para estudar Administração, indo em uma direção completamente diferente de seus pais que são médicos. Durante seu tempo na FGV, foi inspirada mais uma vez por sua mãe e as mulheres de sua família que eram fashionistas e resolveu apostar na moda. Inscreveu-se então no Fashion Institute of Technology em Nova Iorque e viveu por dois anos na cidade, onde aprendeu a ter autonomia pois tinha o dinheiro contado da venda de seu carro para viver na cidade.

Ao terminar o curso, mesmo conseguindo um trabalho e o visto de trabalho, cedeu ao pedido da família e retornou ao Brasil. Não encontrando nada que pudesse fazer relacionado ao mundo da moda, conseguiu um emprego na Companhia Cervejaria Brahma, onde trabalhou por 17 anos na área de bens de consumo. Luciana também passou multinacionais como a Diageo, Parmalat e PepsiCo, nas áreas de marketing, trade marketing e vendas – até ser contratada pela Redecard, onde passou a atender clientes AAA.

Luciana Marsicano.

Luciana pensou que ficaria nesta área para sempre, até que um headhunter a procurou para ser a head da Tiffany & Co Brasil, voltando assim para o mundo da moda, uma área que sempre amou. Na entrevista com a Forbes, ela conta “Trabalhar com sistemas financeiros foi muito importante para me credenciar no mercado de luxo. Nunca imaginei que aquele sonho de menina se realizaria 20 anos depois. Não estou vendendo qualquer coisa. Meu produto marca emocionalmente a vida do cliente.”

Inspire-se no estilo de Luciana!

Inspiração no estilo de Luciana Marsicano.

Nina Silva

Nina Silva nasceu Marina Silva, no Jardim Catarina, bairro de São Gonçalo (RJ). Desde pequena era brilhante na escola – com 4 anos aprendeu a ler – e as boas notas lhe valeram bolsas em bons colégios cariocas. Ela conta que desde criança sempre foi uma líder, do clube de literatura ao de matemática, o que a ajudou a se tornar uma pessoa plural.

Antes de terminar a faculdade de administração na Universidade Federal Fluminense (UFF), aos 20 anos, iniciou a carreira na SAP, uma multinacional de software alemã, e, anos depois, se tornaria uma das primeiras negras no cargo de gerente na empresa. Ao entrar na empresa, ela mergulhou no universo da tecnologia, aprendendo sobre sistemas de informação na mesma universidade. Em pouco tempo se tornou consultora júnior com certificação em sistemas.

No decorrer de sua trajetória, como consultora da SAP, trabalhou para empresas como Petrobras, a multinacional britânica Rexam e a francesa L’Oréal, e assim foi se especializando em grandes conglomerados. Com apenas 27 anos de idade, deixou a empresa automotiva Honda e decidiu apostar em uma multinacional que acreditava oferecer maior diálogo com a diversidade, a ThoughtWorks. “A tecnologia precisa ter impacto social, independente do que ela agregue ou custe,” disse Nina à Forbes.

Nina Silva.

Paralelamente ao seu trabalho na SAP, Nina decidiu criar o seu próprio programa, nascendo assim o Movimento Black Money. A ideia surgiu quando ela conheceu Alan Soares, um homem negro da área financeira que também não encontrava no mercado um modelo a ser seguido. A ideia do programa era oferecer à população negra oportunidades de fomentar seu próprio negócio em condições de igualdade.

Foi eleita uma das 100 pessoas afrodescendentes mais influentes do mundo com menos de 40 anos pela Mipad (Most Influential People of African Descent), chancelado pela ONU, onde foi homenageada na categoria Business e Entrepreneurs, e subiu no mesmo palco de celebridades como a Duquesa Meghan Markle e o ator americano Chadwick Aaron Boseman, do filme Pantera Negra.

Inspire-se no estilo de Nina!

Inspiração no estilo de Nina Silva.

Ivete Sangalo

Filha de mãe pernambucana e pai hispano-brasileiro, Ivete Maria Dias de Sangalo Cady nasceu e passou a infância em Juazeiro (BA), com seus cinco irmãos. O pai era aficionado por música e a mãe fazia repentes. Desde pequena Ivete já cantava na escola e tocava violão. Sua adolescência foi marcada por acontecimentos difíceis: seu pai faleceu de infarto e seu irmão foi atropelado em Salvador, levando sua mãe a entrar em depressão.

Com a perda de seu pai e irmão e sua mãe doente, Ivete conta que foi obrigada a tomar decisões muito cedo em sua vida. A maturidade emocional ajudou a cantora a tomar decisões relevantes desde o início da estrada musical, como quando decidiu sair da Banda Eva, onde foi vocalista por 7 anos, em 1999 para seguir carreira solo.

Desde então, Ivete Sangalo se tornou uma das maiores cantoras brasileiras, com mais de 18 milhões de cópias de cds vendidos, vencedora de 150 prêmios, entre eles três Grammy Latino, apresentadora e atriz.

Ivete Sangalo.

Sua vida é muito intensa, ela faz cerca de dez shows por mês, e o ritmo se torna ainda mais atribulado às vésperas do Carnaval, quando se apresenta em blocos por todo o país. Com mais de 20 anos de carreira, ela conta que vive o aqui e o agora e que se mantém muito focada e séria sobre seu trabalho, “Eu jamais quebrei um contrato. Você não pode oscilar diante de uma tomada de decisão que foi sua, a não ser que ela tire a sua dignidade.”

Inspire-se no estilo de Ivete!

Inspirações no estilo de Ivete Sangalo.

Todas elas são mulheres incríveis com histórias esplêndidas de sucesso e perseverança, que servem de exemplo para muitas. Além de serem extremamente poderosas, possuem estilos fabulosos e completamente diferentes. Com qual delas você mais se identifica? Nos conte nos comentários!

No Etiqueta Única vocês encontram inúmeras peças para compor looks inspirados nas mulheres mais poderosas do Brasil!

  Banner de sale do mês de Setembro 2019 do Etiqueta Única.  

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here