Grupo LVMH compra a Tiffany & Co por US$16.2 Bilhões

Capa do post sobre o Grupo LVMH comprar a Tiffany&Co
  Banner da ação de Sale do Etiqueta Única de Janeiro 2020  

Depois de um mês de especulação na indústria da moda, foi anunciado no dia 25 de Novembro que o Grupo LVMH (conglomerado de luxo que engloba marcas como Christian Dior, Hermès, Louis Vuitton e Fendi) adquiriu a tradicional joalheria americana Tiffany & Co.

O acordo foi firmado após um longo mês de negociações entre o conglomerado francês, comandado pelo bilionário Bernard Arnault, e a marca de jóias americana. A oferta inicial, feita em Outubro, era de US$ 120 por ação da Tiffany & Co, entretanto, o valor final acordado entre ambos foi finalizado em US$135. Com um valor total de US$16.2 bilhões, a aquisição se tornou a maior da história do Grupo LVMH.

Em um comunicado oficial, o CEO do Grupo, Bernard Arnault, disse, “Temos um imenso respeito e admiração pela Tiffany e pretendemos desenvolver esta joia com a mesma dedicação e compromisso que aplicamos em cada uma de nossas maisons.”

Fachada de loja da Tiffany & Co.

Roger N. Farah, chairman do conselho de diretores da Tiffany & Co, declarou que o futuro da joalheria é “animador” em um comunicado oficial. Farah também disse:

“Segundo uma revisão estratégica que incluiu um processo interno cuidadoso e conselhos externos de experts, o conselho concluiu que esta transação com a LVMH oferece um caminho animador pela frente com um grupo que aprecia e vai investir nos ativos e forte capital humano da Tiffany, ao mesmo tempo em que propõe um preço convincente com valor certificado para nossos acionistas.”

A aquisição da Tiffany não é a primeira no ramo de jóias do Grupo LVMH, que também conta com a Bvlgari e a Chaumet em seu portfólio de marcas. No comunicado oficial conjunto divulgado, o conglomerado também disse que “A aquisição da Tiffany vai reforçar a presença da LVMH em jóias e aumentar ainda mais sua presença nos Estados Unidos. A entrada da Tiffany vai transformar a divisão de relógios e joias da LVMH e complementar a lista de 75 casas que compõe o portfólio do grupo.”

Caixas de jóias da Tiffany & Co

A Tiffany & Co

A Tiffany & Co foi fundada por Charles Lewis Tiffany e John B. Young em 1837, na cidade de Nova Iorque.

A loja, que em um primeiro momento teve o nome de Tiffany, Young & Ellis , tinha seu endereço na 259 Broadway e rapidamente se tornou um sucesso entre mulheres fashionistas que procuravam jóias e relógios com um estilo Americano puro que representava uma distinta mudança da opulência associada com a Era Vitoriana.

Com passar do tempo, a Tiffany se tornou referência em diamantes quando Charles Lewis Tiffany comprava as pedras de aristocratas europeus e as trazia para os Estados Unidos dando à elite americana a oportunidade de comprar grandes jóias em casa.

Considerada uma das joalherias mais conhecidas e tradicionais existentes, suas caixinhas de um azul característico se tornaram objeto de desejo de muitas mulheres ao redor do mundo. A marca apareceu em diversos filmes do cinema, sendo o filme “Bonequinha de Luxo” (Breakfast at Tiffany’s em inglês) o mais icônico.

Atualmente, a marca vem apostando em campanhas publicitárias divertidas e criativas, que sempre evidenciam a tradição da Tiffany&Co, sua maestria na criação de jóias, e claro, o famoso Azul Tiffany.

O Grupo LVMH

A LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton SE ou simplesmente LVMH, foi fundada em 1987 por Bernard Arnault, três anos depois do francês adquirir a Boussac, empresa têxtil que estava em falência e era dona da icônica marca Christian Dior.

Ao comprar a Boussac, Bernard Arnault demitiu 9 mil funcionários e vendeu a maioria dos negócios da empresa, embolsando um total de US$500 milhões. Em 1987, o conglomerado foi fundado quando a Louis Vuitton se junto ao Moët Hennessy Group (que surgiu da junção da produtora de champagne Moët & Chandon com a Hennessy, produtora de conhaque em 1971).

Ao longo dos anos seguintes, o Grupo LVMH adquiriu inúmeras marcas das mais diversas indústrias, estas incluem a Givenchy em 1988, Céline em 1996, Rimowa em 2016 e mais recentemente o grupo lançou a Fenty, marca em conjunto com a cantora Rihanna.

Logo do grupo LVMH

A expectativa é que o negócio seja concluído em meados de 2020, após o aval das entidades regulatórias e dos investidores.

O que acharam da aquisição da Tiffany pelo Grupo LVMH? Nos contem nos comentários!

  Banner da ação de Sale do Etiqueta Única de Janeiro 2020  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here