A história do estilista Giambattista Valli e sua marca de estilo lúdico

Modelos em backstage do desfile de Giambattista Vali.
  Ação de credit month de Julho do Etiqueta Única.  

A marca Giambattista Valli foi criada pelo estilista italiano em 2005. Valli é um dos poucos designers não franceses que se tornaram membros do célebre e histórico Chambre Syndicate de la Haute Couture. Ambas as suas coleções (prêt-à-porter e alta-costura) marcam presença anualmente na Semana de Moda de Paris.

Gif de desfile de Giambattista Valli de 2014

Seus designs já foram usados por atrizes, modelos e até mesmo por membros da realeza. Algumas das mais célebres fãs da marca são Sarah Jessica Parker, Demi Moore, Rihanna, Reese Witherspoon, Naomi Campbell e a Rainha Rania da Jordânia.

Confira a seguir a história dessa marca, que é hoje um dos maiores expoentes da alta-costura contemporânea.

A trajetória do estilista

O estilista Giambattista Valli nasceu e foi criado na cidade de Roma, na Itália. Inspirado pelos desenhos de aquarela de Yves Saint Laurent, se matriculou em 1986 no Istituto Europeo del Design of Rome para estudar moda. Um ano depois, em 1987, mudou-se para a cidade de Londres para fazer o curso de ilustração na Faculdade de Arte e Design Central Saint Martins.

Giambattista Valli
Giambattista Valli

Ao retornar à Itália, trabalhou por um período de dois anos no estúdio do estilista Roberto Capucci, conhecido pelas suas silhuetas ousadas e geométricas. Foi trabalhando para o estilista que Valli foi introduzido às roupas dramáticas da Alta Costura e as cores vibrantes de seu mestre romano.

Em 1990, foi chamado para supervisionar a nova Fendi, Fendissime, na função de designer sênior, onde passou a conhecer melhor sobre a criação de coleções prêt-à-porter. Em 1995, Giambattista foi convidado a trabalhar com a estilista Krizia-Mariuccia Mandelli para supervisionar a linha feminina de sua marca. Por causa deste convite, Giambattista mudou-se para a cidade de Milão.

Logo em seguida, acabou se mudando para Paris, em 1997. Essa é uma cidade pela qual Giambattista nutre uma forte paixão e admiração desde adolescente. O estilista acredita que morar em Paris o tornou mais racional. Se Roma é um lugar propício à paixão, sentimentos e emoções, já Paris é mais marcada pela introspecção.

Giambattista Valli e suas inspirações.
Giambattista Valli e suas inspirações.

Foi nessa época que o jovem estilista conheceu Emanuel Ungaro, com quem chefiou um estúdio de design até 2001, quando foi nomeado para ser diretor de criação para a linha prêt-à-porter da marca, chamada de Ungaro Fever.  

Alguns anos depois, Giambattista lançou a sua própria coleção de roupas, e em março de 2005 realizou o primeiro desfile da sua marca própria na Semana de Moda de Paris.

Durante os anos iniciais da grife, o estilista dedicou-se apenas a criação de linhas prêt-à-porter, ainda que suas criações inevitavelmente já possuíssem fortes influências da alta-costura. “Pensei: porque não combinar a parte industrial com algo tão extraordinário?” contou o estilista.   

Desfile Fall 2005 de Giambattista Valli.
Desfile Fall 2005 de Giambattista Valli.

Em entrevista para o site português Observador, o estilista relatou que lançou sua própria marca pois sentiu a necessidade de expressar a sua própria linguagem.

“Na vida, acho que temos de ser muito coerentes com os nossos sentimentos, temos de apoiá-los se queremos fazer alguma coisa”

Em dezembro de 2010, o estilista abriu a primeira loja de sua grife própria. O espaço é dedicado às suas coleções de prêt-à-porter e de acessórios, peles, sapatos, bolsas e jóias.

Começo de sua história na Alta Costura

Foi quase seis anos depois da criação da sua grife Giambattista Valli que o estilista lançou a sua primeira coleção de alta-costura, em julho de 2011. Isso se tornou quase que uma necessidade e algo inevitável, depois de tantas clientes pedindo que o artista fizesse peças especiais e únicas, além das que a sua grife disponibiliza para venda em suas boutiques.

“Foi quando chegou a hora de separar as coisas, de tornar o prêt-à-porter mais prêt-à-porter, e de começar a fazer alta-costura. Foi muito positivo, porque trouxe leveza ao meu prêt-à-porter, e me deu o espaço para expressar ainda mais o lado da alta-costura”,

relatou Giambattista.

O estilista orgulha-se de ter construído uma marca independente, sem precisar de investidores ou de um grupo multimilionário por trás, como geralmente acontece com muitas das grandes marcas contemporâneas criadas nas últimas décadas.

As criações tem inspiração mundo a fora.
As criações tem inspiração mundo a fora.

Mesmo depois de ter fundado a sua própria grife e em meio às criações de suas coleções, Giambattista também já foi consultor do Max Mara Atelier, e atuou como diretor criativo da Moncler Gamme Rouge.

Criações em parceria com a MAC e H&M

Em 2015, colaborou com a M.A.C. Cosmetics numa edição limitada de batons primaveris. Nessa época, o estilista estava desenhando 12 coleções por ano, segundo o Business of Fashion. Dez dessas coleções eram feitas para a a Giambattista Valli, incluindo as quatro coleções anuais de Giamba, a linha mais acessível criada em 2014.

Coleções primaveris- Giambattista Valli + MAC
Coleções primaveris- Giambattista Valli + MAC

A coleção com a gigante rede de lojas sueca H&M foi anunciada em Maio de 2019 durante o evento amfAR gala em Cannes e marca sua primeira parceria do tipo. A coleção contará com itens de roupa femininos e masculinos (essa é a primeira vez que Giambattista cria roupas masculinas, além de sapatos e acessórios.

O estilista e diretora criativa da loja sueca, Ann-Sofie Johansson, recrutaram as modelos Kendall Jenner e Bianca Brandolini d’Adda, a empresária e influencer Chiara Ferragni e os cantores Ross Lynch, Chris Lee e H.E.R. para usarem as peças durante o evento.

Pela primeira vez, os consumidores puderam adquirir itens da coleção, que foram mostrados em Cannes em Maio, antes da data de lançamento (que está marcada para 07 de Novembro).

Prévia da parceria com a H&M apresentada durante o amfAR em Cannes.
Prévia da parceria com a H&M apresentada durante o amfAR em Cannes.

Em 2017, a Giambattista Valli esteve presente na lista dos top 20 estilistas do red carpet de Hollywood, feita pela revista Hollywood Reporter.

Atualmente, a marca possui lojas nas cidades mais badaladas do cenário da moda, como Paris, Londres, Milão, Saint-Tropez, Seul e Pequim.

O estilo inconfundível de Giambattista Valli

O crescimento e a evolução da marca Giambattista Valli fez com que seu fundador fosse visto como um príncipe da alta-costura europeia. Apesar dos seus primeiros passos no mundo da moda terem sido discretos e passado praticamente despercebidos, hoje seu acervo de designs conta com diversas criações que já passaram pelos mais importantes tapetes vermelhos ao redor do mundo. Além disso, ele faz parte da elite da alta-costura parisiense.

Giambattista Valli e seus vestidos rodados, volumosos e perfeitos.
Giambattista Valli e seus vestidos rodados, volumosos e perfeitos.

Uma de suas principais marcas registradas são os vestidos volumosos, cheios de camadas ou babados, aspectos que geram uma volumetria ostensiva às peças.

Giambattista também trabalha com materiais extremamente delicados, o que é outro ponto importante de suas criações, que confere um toque mais romântico e atemporal às suas coleções.

Giambattista não gosta de trabalhar baseando-se em tendências, pois acredita que isso pode ser muito limitador para um design de moda.

“Eu adoro trabalhar com a moda, mas estou totalmente fora do sistema de tendências. Não tenho interesse nisso. Se há uma tendência, corro na direção contrária. Independência também é isso”.

O trabalho da grife é bastante lúdico, rico em fantasia, o que o estilista atribui muito ao lado de sua infância que ele procura manter vivo.

“As peças surgem assim, mas no final é bom ver pessoas como a Rihanna ou a Jennifer Lopez usarem-nas, é o lado contemporâneo. A inspiração vem da minha vida enquanto experiência total. Pode ser de quando tinha quatro anos, mas também pode ser de ontem ou de agora”.

Rihanna, Kendall Jenner, Diane Kruger, Lupita Nyong’o, Anne Hathaway e Zendaya são algumas das celebridades que têm brilhado com as criações do estilista.

Rihanna, Zendaya, Diana Kruger e Lupita Nyong'o usando Giambattista Valli.
Rihanna, Zendaya, Diana Kruger e Lupita Nyong’o usando Giambattista Valli.

E você, o que acha dos modelos ousados e chamativos da grife Giambattista Valli? Qual seu modelo preferido? Conte para nós nos comentários!

  Ação de credit month de Julho do Etiqueta Única.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here